Vamos estar podendo ajudar

30/06/05 at 23:39 (Uncategorized)

É impressionante como as coisas estão ficando cada vez mais complicadas e cada vez menos gente sabe o que está acontecendo e como as coisas funcionam. Hoje alguns canais da NET estavam com uma transmissão ruim, por isso eu liguei para o telefone de atendimento ao cliente e como é praxe hoje em dia, fui atendido por uma máquina bestial com chamada URA, que sempre solta os mesmos grunhidos; "Para suporte, tecle 2, Para comprar canais tecle 3…". Depois de brigar com ela por algum tempo e da ligação cair uma vez, talvez pelo próprio aparelho não aguentar mais aquela voz gravada, consegui falar com um ser humano. Depois de passar todos os dados da minha vida para esta pessoa, recebi permissão para explanar o meu problema, e o que ele me sugere? Que eu desligue e ligue o aparelho da NET, que as vezes ele "se perde" e que a situação deve voltar ao normal, algo que deve estar escrito num roteiro à sua frente, forçado a repetir isso o dia inteiro. Obviamente, a transmissão voltou ao normal, pelo menos por enquanto.

A que ponto nós chegamos? Ninguém sabe mais o que fazer. Somos atendidos por máquinas que nos ordenam coisas sem importância, e quando consegui falar com alguém da minha espécie, ele também é robotizado e somente presta respostas que não esclarecem em nada e apenas adiam o problema até que ele aconteça de novo e eu tenha que repetir esse ciclo todo com outros seres robotizados, que darão as mesmas respostas insosas e ineficientes. Eu falo isso com alguma autoridade, já que faço programas de computador, e garanto que desligar e ligar não resolve, nunca resolveu e nunca resolverá problema algum. Desligar e ligar apenas retarda o problema para que ele ocorra novamente em um futuro próximo.

Será que esse é o futuro que nos espera? Falando com gravações que não sabem, e não se importam com nossos problemas? Enquantos nós somos cada vez mais e mais sedados e afastados do mundo real…

Link permanente 1 Comentário

Desculpa esfarrapada

29/06/05 at 12:47 (Uncategorized)

É impressionante como algumas pessoas são persistentes. O presidente Bush ainda está usando os ataques de 11/09 para se desculpar a invasão e ocupção do Iraque. Será que alguém acredita nisso? É impressionante como é permitido que alguém faça o que quiser com a estrutura política de um país e saia impune.

Link permanente 1 Comentário

Agora é oficial

28/06/05 at 16:14 (Uncategorized)

Agora não tem mais volta, foi confirmado que os americanos não tem mais nenhuma história nova para contar: em dezembro sai o remake de King Kong. Pode ser até que seja bom, visto que vai ser feito pelo Peter Jackson, mas ainda assim, mostra a completa falta de criatividade deles. Daqui há pouco eles vão começar a fazer remake de Curtindo a vida adoidado e Gatinhas e Gatões.

Link permanente 1 Comentário

In other news…

27/06/05 at 23:55 (Uncategorized)

The Queen enters the iPod generation:
http://www.macworld.co.uk/news/index.cfm?NewsID=11875

Prêmio pela pior interface:
http://www.secretgeek.net/ms_search.asp

Se você acha que o “this” do java é pouco, que tal “that” e “my”:
http://www.secretgeek.net/MeMyThisThat.asp

Link permanente Deixe um comentário

Madagascar e a indústria americana

27/06/05 at 23:04 (Uncategorized)

Ontem eu assisti Madagascar, da DreamWorks e é simplemente fantástico. É engraçado, tem ótimos atores, os personagens são ótimos, enfim, vale à pena ir ver. Eu nunca pensei que o Ross pudesse encarnar numa girafa, mas aconteceu, e foi impagável…além do mais, tem o Chris Rock como uma Zebra clubber e o Ben Stiller como um leão estiloso, e eu nem vou falar dos penguins que roubam a cena completamente. Outro fato a favor dele é que ele quebra algumas fórmulas: não tem uma leoa gostosona, ou uma jane para fazer par romântico com Stiller, que eles sempre tentam empurrar, e não teve vilão, não há nenhum ser das trevas querendo destruir o mundo, ou alguém que “era bonzinho” e acaba traindo todo mundo “de repente”.

Uma coisa que é engraçada sobre isso tudo é que recentemente eu li uma matéria na Folha dizendo que a indústria de cinema americana está em crise, e que eles não sabem qual o motivo das pessoas irem cada vez menos ao cinema, sendo que os principais suspeitos são o DVD e o custo dos filmes. Bem, eu tenho uma razão muito simples para essa crise: não tem mais histórias interessantes. A Dysney não tem mais clássicos para adocicar e a Fox e a Warner estão ficando sem super-heróis. Honestamente, está chegando por aí uma enxurrada de remakes, das quais eu só tenho esperança para uma. Eles estão caindo no mesmo ciclo dos quadrinhos americanos, escrevendo histórias para os x-men há 40 anos, com todos os personagens que já morreram pelo menos uma vez, e com os vilões que não aguentam mais aparecer para bater em alguém.

Por outro lado, as animações, tanto americanas quanto estrangeiras, tem sido absolutamente inovadoras e sempre com histórias interessantes, aqui e aqui tem ótimos exemplos disso. Talvez pelo fato de ser uam indústria mais nova, e também por ter muito mais liberdade do que o live action, já que as pessoas não possuem implantes cibernéticos ou viram super sayadins com facilidade.

Isso quer dizer que não existem filmes bons? De forma alguma, os que são inovadores, conseguem juntar essa sopa toda e fazer uma coisa boa como x-men, homem-aranha, e mais recentemente batman, que saíram ótimas adaptações dos quadrinhos, respeitando o que já foi escrito, mas sempre colocando tons inovadores. Ou como Robert Rodriguez, por ser completamente fiel a história de Sin City, mas completamente inovador na forma como levou a história para a telona.

Seria um erro também fazer isso uma coisa de “cinema vs. desenho”, porque isso não é o importante, o importante é sempre procurar histórias novas e formas novas de contar essas histórias sem se prender em fórmulas antigas e que estão parando de funcionar.

Link permanente 1 Comentário

Novas Histórias

25/06/05 at 2:59 (Uncategorized)

Eu acabei de ler o primeiro volume de Rising Stars, e é incrível. J. Michael Straczynski realmente sabe como contar e conduzir uma história, se bem que o traço podia ser menos carregado de pós-produção no computador. Ele me lembrou bastante de Identidade Secreta, que também é absolutamente fantástico, mesmo para quem não é fã do escoteiro azulão com um “S” no peito, que é o meu caso, ainda mais com Kurt Busiek escrevendo. Eu adoraria se Straczynski entrasse de vez para o mundo dos quadrinhos, Deus sabe que as histórias americanas estão cada vez mais fracas.

Atualmente, estou dividindo o meu tempo entre os livros The C Programming language, e A Hunger like fire, que é um romance para o novo mundo de rpg Vampire:The Requiem. (ambos links em inglês)

Link permanente 5 Comentários

Bem-vindos

25/06/05 at 2:31 (Uncategorized)

Este é o meu primeiro blog. Boas vindas a todos.Meu nome de verdade é “Francisco Areas Guimaraes”, mas em inglês talvez fosse algo como “Frank Sands”, e eu sempre achei que fica interessante. Com isso explicado, eu pretendo publicar aqui, idéias, comentários e notícias que eu ache interessante, todos estão mais do que convidados para comentar sobre qualquer um dos assuntos aqui escritos.

Link permanente Deixe um comentário