De volta ao FF

9/09/08 at 7:57 (pessoal) (, , , )

Eu usei o Chrome por uma semana e devo dizer que foi uma experiência muito boa. O browser é realmente muito rápido, só ficou unresponsive uma vez e tem uma interface bem simples de usar. Meus problemas foram:

  1. Não tem search bar. Eu tentei, tentei mesmo, mas acho um porre ter que digitar “wiki” ou algo do gênero para procurar na wikipedia. Eu podia colocar uma letra para cada search engine (como o Opera sugere), mas eu acho confuso.
  2. Não tem detecção de feeds. Outro ponto forte que foi completamente ignorado. Não detecta, não visualiza, não faz nada. Na visão do chrome feeds são só um xml estranho que é cuspido na sua tela.
  3. Plugins: Ficou em terceiro lugar pq não se pode esperar que uma coisa que saiu semana passada tenha as milhões de extensões que o FF tem. Mas aparentemente não existe uma arquitetura para expandir facilmente as funções do browser, como existe no FF ou no Eclipse (que não é um browser, mas tem uma excelente arquitetura de plugins). Em alguns casos esse problema é aumentado, como no caso do TwitterFox, pq simplesmente *não existe* cliente de desktop decente para o Twiter.
  4. O corretor ortográfico que não desliga, e não pode adicionar palavras novas é uma apurrinhação.

Algumas coisas como o ponto 2, tem workarounds, como um bookmarklet para detecção de feeds, mas são só isso: gambiarras para contornar um problema.

Por esses motivos, voltei para o meu bom FF 3. ;-)

Anúncios

Link permanente 1 Comentário

Google Chrome

3/09/08 at 8:22 (pessoal) (, , )

Minhas primeiras impressões sobre o Chrome:

  1. O instalador precisava ser tão demorado? e conectar com a internet e fazer sei lá mais o que? Sério, demorou bem uns 5 minutos para o negócio terminar.
  2. Eu quero a minha search bar de volta! eu não quero ter que digitar “wikipedia” + tab para procurar na porcaria da wikipedia. Ainda mais em tempos de Ubiquity. Se não querem um campo de texto só para pesquisas, criem um atalho, ou coisa do gênero.
  3. Tirando essas duas coisas chatas, o browser é realmente muito rápido, o javascript é quase imperceptível, e algumas páginas simplesmente aparecem na sua frente, antes que você perceba.
  4. O Task Manager é outra coisa bem legal, para descobrir o quanto de memória a criança tá mastigando
  5. A integração com o Google Gears é bem legal, fácil e rápida
Só mais uma coisa: precisa de add-ons. Se não tiver um cliente de twitter, um download manager mais parrudo como o DownThemAll, e outras facilidades, o clima de novidade acaba e todo mundo volta para o FF, Opera ou browser de sua preferência.

 

Não relacionado com o Chrome, mas com o Big G,  vamos acabar com essa história de advinhar aonde eu estou? Eu não quero acessar o google.com.br ou o google.co.jp. Eu quero a porcaria do site que eu digitei: google.com. Chega.

Link permanente Deixe um comentário