DVDs

9/02/09 at 21:52 (pessoal) (, , , , , , )

A pedido da Kika, aqui estão duas fotos dos meus dvds:

imgp0024

Esses aqui estão no meu quarto por absoluta falta de espaço na sala da TV. Assim que saiu aquela caixa do Super-Homem, eu comprei, pq era a única que tinha o Super-Homem 4.

imgp0029

Esses aqui estão na supra-citada sala da TV. Daí, Só não assisti ainda Dead LIke Me, e Castelo Cagliostro. DVDs em japonês da esquerda para a direita: Kiki’s Delivery (rosa), Howl’s Moving Castle (azul), Nausicaa (azul mais claro), Tales of Earthsea(verde), Laputa (amarelo), Princess Mononoke (verde). Comprei todos eles lá em tóquio, já que eram os únicos com legenda em inglês. Viva o estúdio Ghibli!

Link permanente 2 Comentários

A Ficção Científica Brasileira existe

6/11/08 at 20:54 (pessoal) (, )

2505831Acabei de ler Fábulas do Tempo e da Eternidade, da Cristina Lasaitis. Meu primeiro contato com a ficção brasileira contemporânea. Tenho de dizer que foi uma ótima experiência. O livro é dividido em 12 contos que exploram futuros alternativos, viagem no tempo e outras formas não tão exatas. Eu diria que para um primeiro livro está muito bom. Enquanto o próximo livro não sai, tem sempre o blog dela.

Link permanente Deixe um comentário

Crise de leitura

6/10/08 at 11:53 (pessoal) (, , , )

Terminei de ler o Speaker for The Dead há pouco tempo, que aliás foi ótimo, mas não consigo achar o que ler agora. O plano original era Spook Country, do Gibson, mas quando eu comecei a ler, me pareceu uma cópia do Pattern Recognition, que apesar de ser um dos meus livros favoritos dele, não tava afim de ler de novo. Ele continua sendo um dos meus escritores favoritos, mas acho que tô enjoado de toda aquela coisa de “cyberpunk meets information superhighway” e etc. A impressão é que ele tá se concentrando muito na fórmula, e muito pouco na história e nos personagens. A segunda opção era A Scanner Darkly do Dick, mas também não tá me descendo muito bom. Talvez a sinusite esteja alterando meus gostos literários :P

Link permanente Deixe um comentário

A Besta de um Bilhão de Traseiros

28/09/08 at 15:35 (pessoal) (, , )

Acabei de ver o longa A Besta de Um Bilhão de Traseiros, feito agora que a série parou. O fato de que um desenho animado, mesmo sendo do über famoso Matt Groening, conseguir Stephen Hawking para fazer uma pontinha no desenho, representando ele mesmo, já deveria indicar o calibre e da série. Nesta história, uma fenda interdimensional aparece no espaço, e todos se perguntam o que poderia existir do outro lado. Descobrimos que pior do que um monstro intergalático, cheio de tentáculos e com propensões a dominar o universo é um monstro intergalático cheio de tentáculos com propensões a dominar o universo porque está carente e ninguém liga para ele.

Ainda sobre Futurama, achei muita boa essa solução: ao invés de continuar com a série, e possivelmente desgastar os personagens, eles lançam um longa de vez em quando.

Link permanente Deixe um comentário

Eureka

14/09/08 at 18:14 (pessoal) (, , )

Algumas frases geniais que eu ouvi esse domingo, enquanto assistia a segunda temporada de Eureka:

  • Uma bactéria estava transformando todos os metais da cidade em Ouro, e os habitantes mais ambiciosos da cidade não viam um problema nisso, até lembrarem que os fundamentos da cidade são de metal o que faria de Eurka:

Rich and highly unstable, like Paris Hilton

  • Em um outro episódio, a cidade está enfrentando a catástrofe da ocasião, que não é facilitada pela discussão entre Zane e Fargo para ver quem é o melhor hacker, sem falar em quem deveria sair com a adorável Josefine, quando ela solta a seguinte pérola para que eles parem com toda essa coisa de “cospe aqui”:

Boys, there’s plenty of backdoor access for everyone

A série continua bem divertida, apesar de alguns plot holes aqui e ali. Vou começar a assistir o que saiu da 3a. temporada agora.

***

In other news, também aproveitei o fim de semana para terminar de ver The Middle Man, uma ótima adaptação dos quadrinhos que fez sua estréia no mid season dos EUA. Se você acha que o mundo deveria ser invadido por cientistas malucos, zumbis, ou lutadores de luta livre que sabem kung fu, você tem que assistir essa série.

Link permanente Deixe um comentário

Ídolos

5/09/08 at 0:08 (pessoal) (, , , , )

Não, não é sobre aquele programa do SBT, se você estava atrás disso, google é seu amigo. Não coloco link aqui, justamente por isso. Tirei esse texto de uma thread de discussão com uns amigos meus sobre autores preferidos.

Eu adorei os livros do Pratchett desde o primeiro, mas admito que era bem pastelão, abusando dos clichês de fantasia medieval. Com o tempo, o humor, e a própria forma de contar a história vai definitivamente ficando mais refinada. Um ponto claro disso é Small Gods, 13o. livro seguindo a ordem cronológica, que é definitivamente um dos meus preferidos.

Eu tenho alguns ídolos, autores de que gosto de tudo que eu li deles:
-o próprio Pratchett
William Gibson
Phillip K. Dick
Eu gosto muito do Gaiman, e as últimas obras dele tem sido muito boas, ótimo exemplo disso é Anansi Boys, simplesmente ótimo. Ele dá muita sorte quando escreve junto com outro escritor, dois exemplos claros disso são Good Omens, escrito com Pratchett, e Interworld, escrito com Michael Reaves. Os dois são ótimos, e você percebe as idéias do Gaiman e a narrativa fica ao encargo do outro escritor.
Um escritor que eu estou começando a ler as coisas dele e que eu estou gostando bastante é o Orson Scott Card, li Ender’s Game, que é genial, apesar de alguns clichês de sci-fi, e estou lendo Speaker for the Dead, que é bem interessante.

Link permanente Deixe um comentário

Captain’s Log

16/08/08 at 15:07 (pessoal) (, )

Diário do Capitão

Acabei de comprar na Saraiva do Shopping Paulista. Nesse box de 5 dvds cada um dos capitães da Enterprise e aquela chata da Voyager, escolhe qual é o melhor episódio de sua série. Para cada série também está incluso 2 ou 3 episódios escolhidos pelos fãs. Por enquanto, assisti só ao episódio escolhido pelo Shatner da série clásssica, que felizmente sempre um dos meus preferidos também: “A cidade à beira da Eternidade”. Obrigatório para todo fã de star trek, o preço salgado é compensado com entrevistas com cada um dos protagonistas antes do episódio em si.

Jornadas nas Estrelas – Diário do Capitão

Link permanente Deixe um comentário